Textos

uma margarida

Eu já não sou a mesma garota

Que arranca uma flor e coloca na roupa

Eu já não sou aquela que pára e espera um milagre

Já esqueci como era ficar

Ao pé do telefone

E o ônibus que eu tinha que pegar caso quisesse te visitar

Já superei o que era sentir com você

Já acostumei com o que é não sentir você

Ser vestígio de você

Achei que seria missão impossível

Ser só feliz comigo

(ser só)

Mas agora eu percebo

Que estou inteira

E que não preciso de ninguém

Que não precisa de mim também

Em toda minha vida não sabia te deixar

Achei que nunca ia aguentar

Que não poderia aguentar

Sem vestígio de você

Só sou

 

Isadora Mello (2013)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *